2018/2

As protagonistas: Perfis de atrizes de Campo Grande – Mato Grosso do Sul

  • AUTOR(ES) | Gabriela Coniutti da Silva
  • ORIENTADOR(A) | Daniela Cristiane Ota

RESUMO | O livro de bolso faz breve relato sobre o surgimento do teatro na Grécia Antiga, até a sua chegada no Mato Grosso do Sul, tendo como foco a história e a carreira de três atrizes de Campo Grande – MS. O produto foi desenvolvido com base nas experiências vivenciadas pelas atrizes enquanto mulheres e artistas. Elas foram selecionadas levando em consideração idade, representando a fase em que cada uma está, e envolvimento com o teatro. Conclui-se que mesmo em um ambiente ainda desvalorizado, as mulheres estão resistindo e lutando para o desenvolvimento do teatro na região.


Casa 140 – Relatos de meninos órfãos

  • AUTOR(ES) | Natália Oliveira
  • ORIENTADOR(A) | Marcos Paulo da Silva

RESUMO | O trabalho constitui-se um livro reportagem, um dos formatos jornalísticos apresentados durante o Curso. No produto, estão presentes reportagens construídos a partir de experiências de imersão e da coleta de relatos de meninos em uma instituição de acolhimento municipal de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. Além do registro dos relatos, valoriza-se as histórias, as vivências e as convivências na casa a partir de uma construção impressionista por parte da repórter. Fizeram-se necessárias várias visitas ao local para a construção da narrativa. Além das observações diretas, realizou-se entrevistas e conversas com os meninos da instituição, técnicos, cuidadores e funcionários ligados ao abrigo. O livro reportagem congrega, por conseguinte, informações e contribuições de diferentes perspectivas ligadas ao assunto: a criança e o adolescente, seus direitos e sua proteção.


Cotidiano das mulheres da comunidade Cidade de Deus

  • AUTOR(ES) | Vitória Olga Teslenco
  • ORIENTADOR(A) | Cristina Ramos da Silva Ribeiro

RESUMO | O trabalho constitui-se um livro reportagem, um dos formatos jornalísticos apresentados durante o Curso. No produto, estão presentes reportagens construídos a partir de experiências de imersão e da coleta de relatos de meninos em uma instituição de acolhimento municipal de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul. Além do registro dos relatos, valoriza-se as histórias, as vivências e as convivências na casa a partir de uma construção impressionista por parte da repórter. Fizeram-se necessárias várias visitas ao local para a construção da narrativa. Além das observações diretas, realizou-se entrevistas e conversas com os meninos da instituição, técnicos, cuidadores e funcionários ligados ao abrigo. O livro reportagem congrega, por conseguinte, informações e contribuições de diferentes perspectivas ligadas ao assunto: a criança e o adolescente, seus direitos e sua proteção.


Diálogos íntimos: prazeres e desprazeres sexuais femininos

  • AUTOR(ES) | Sarah Santos de Jesus
  • ORIENTADOR(A) | Edson Silva

RESUMO | O trabalho consiste em uma pesquisa a partir do tema “Prazeres e desprazeres sexuais femininos” e o desenvolvimento de um Caderno de Entrevistas intitulado Diálogos Íntimos. Com o objetivo de ter um parâmetro da percepção de mulheres de diferentes perfis sobre a sua sexualidade, o produto aborda um tema pouco explorado e visualizado do ponto de vista de fontes populares. A investigação esteve ancorada em fontes documentais, fontes pessoais e observação direta de ambientes, pessoas e objetos. A metodologia adotada foi a quanti-qualitativa com levantamento bibliográfico sobre o tema e o subgênero entrevista, prospecção de fontes para a elaboração de sinopses, bem como a escolha de perfis. Análises permitiram o tratamento dos conteúdos e finalização dos produtos. O Caderno é composto por 10 entrevistas, com sete fontes populares com nomes fictícios e três fontes especialistas, com formação em psicologia, pedagogia e sexologia. Logo, foi feita a preparação dos originais e o planejamento gráfico do Caderno.


Diasporados: Uma reportagem em quadrinhos sobre refugiados e imigrantes

  • AUTOR(ES) | Norberto Liberator Neto
  • ORIENTADOR(A) | Marcos Paulo da Silva

RESUMO | O projeto experimental presente é um livro-reportagem sobre os fluxos migratórios de estrangeiros para o estado de Mato Grosso do Sul, feito por meio da narrativa dos quadrinhos. Ele é dividido em quatro capítulos, sendo o primeiro deles a introdução e, os três seguintes, as histórias de interlocutores entrevistados para o trabalho: um haitiano, um venezuelano e um sírio. Por meio das experiências contadas pelos refugiados e imigrantes estrangeiros, busca-se relatar realidades envolvidas em um contexto de grande interesse; demonstrar como cada realidade particular ajuda a explicar o todo, ao partir das vivências individuais dos entrevistados para a contextualização geral dentro do tema da migração e da situação sociopolítica de seus respectivos países. A linguagem dos quadrinhos foi escolhida por seu potencial de expressão e de aproximação do leitor para com os personagens envolvidos na reportagem, além de explorar a representação visual e sua inevitável capacidade simplificadora.


Enquadramento noticioso da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

  • AUTOR(ES) | Tábata Cendy Brás
  • ORIENTADOR(A) | Marcos Paulo da Silva

RESUMO | Esta monografia visa uma análise dos enquadramentos noticiosos construídos por dois dos jornais de maior circulação no país – Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo (Estadão) – na cobertura da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, entre os dias 03 e 08 abril de 2018. O recorte empírico desta pesquisa são as manchetes de cada edição e as respectivas matérias identificadas ao fim da chamada de capa. Para o desenvolvimento da análise utilizou-se a abordagem teórica de Robert Entman que estabelece quatro funções básicas para identificar o enquadramento de uma notícia.


Enredo de Fé: Festa da Padroeira de Ladário

  • AUTOR(ES) | Paula Andreia Marques Navarro
  • ORIENTADOR(A) | Débora Alves P. Cabrita

RESUMO | O documentário “Enredo de Fé: Festa da Padroeira de Ladário” é um projeto experimental realizado como trabalho de conclusão do curso de Jornalismo, com objetivo de documentar a Festa de Nossa Senhora dos Remédios, padroeira de Ladário. O produto audiovisual é resultado da apuração e produção jornalística, com base nos três pilares que permeiam a festividade: história, cultura e religiosidade. A Festa da Padroeira possui relevância para a comunidade católica do município e para o fomento da economia e turismo local. De 15 a 24 de outubro, milhares de fiéis se unem para celebrar o dia de Nossa Senhora dos Remédios, com programação religiosa e cultural, na praça do Santuário. Em 2014, a festa foi reconhecida pela Fundação de Cultura e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul como uma das manifestações culturais e religiosas de maior destaque do Estado. Portanto, cumpre-se neste projeto o papel social do jornalismo em registrar e divulgar essa manifestação e popularizar esse conhecimento.


Estrada de ferro: A história de Campo Grande nos trilhos da noroeste do Brasil

  • AUTOR(ES) | Daniel Patrick de Oliveira Catuver
  • ORIENTADOR(A) | Débora Alves P. Cabrita

RESUMO | O trabalho consiste em uma série radiofônica sobre a história da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil em Mato Grosso do Sul. Dividida em quatro episódios, que duram, em média, 10 minutos, a série aborda pontos importantes para compreensão da trajetória da ferrovia no Estado, as motivações da ligação com São Paulo, a influência desse acontecimento na consolidação de Campo Grande como capital, os desdobramentos e feitos promovidos, bem como a formação sociocultural e as heranças que ficaram após a passagem dos trilhos em terras sul- mato-grossenses. A história da ferrovia é contada sob a perspectiva de quatro fontes, dois especialistas e dois personagens (ex-ferroviários) que, através de memórias constroem a narrativa do trabalho. Para a edição foram utilizadas as ferramentas Sound Forge Pró 11 e Sony Movie Studio Platinum 12.0.


Eu tenho orgulho de mim mesmo – Documentário sobre síndrome de Down

  • AUTOR(ES) | Larissa Hatsue Ivama
  • ORIENTADOR(A) | Débora Alves P. Cabrita

RESUMO | O documentário “Eu tenho orgulho de mim mesmo” de 25 minutos e 34 segundos é um projeto experimental que tem como objetivo mostrar as etapas de desenvolvimento físico, intelectual e a inclusão das pessoas com síndrome de Down na sociedade. Ele apresenta as atividades de estimulação precoce realizadas por profissionais desde a infância até os desafios e responsabilidades da adolescência e fase adulta. O projeto foi desenvolvido a partir do estudo exploratório sobre a trissomia do cromossomo 21, popularmente conhecida como síndrome de Down. Depois do estudo, foram feitas entrevistas semiestruturadas e abertas com as mães, familiares, com pessoas com síndrome de Down e com profissionais especializados no tema. Também foram realizadas gravações de áudio e vídeo de atividades do cotidiano de pessoas com síndrome de Down. O curta metragem foi construído com a linguagem própria do documentário de forma que as pessoas possam compreender o universo da síndrome de Down, embora não apresente a narração de locutor ou repórter. O produto jornalístico é destinado à sociedade em geral para que ela conheça a realidade, as limitações, os mitos, as superações, e os avanços da medicina e das terapias. O documentário pretende ainda, permitir que as pessoas com essa condição genética e seus familiares sejam representados, respeitados e admirados.


Histórias de vida dos idosos do Asilo João Bosco

  • AUTOR(ES) | Lorrayna Ferreira de Farias
  • ORIENTADOR(A) | Daniela Cristiane Ota

RESUMO | Este trabalho consiste em um documentário radiofônico sobre as histórias de vida de idosos que residem no asilo São João Bosco, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Também objetiva mostrar a vivência e relação de cada um desses personagens com a instituição e suas atividades oferecidas. O formato radiofônico foi escolhido por permitir ao ouvinte, através dos recursos da sensorialidade, criar imagens dos personagens e do espaço físico da instituição. A partir da convivência e entrevistas realizadas, o documentário radiofônico apresenta as principais histórias de vida desses idosos e seu vínculo com a instituição.


Isto não é uma entrevista

  • AUTOR(ES) | Adrian Albuquerque Ferreira Lopes
  • ORIENTADOR(A) | Marcos Paulo da Silva

RESUMO | Este trabalho se trata de um documentário que reflete sobre a entrevista jornalística enquanto encontro e diálogo de afetos. A partir do atual ritmo instantâneo do jornalismo que pode desumanizar a entrevista, verificou-se a necessidade de refletir sobre o papel da mesma enquanto gênero e procedimento jornalístico através de uma meta- abordagem, isto é, do próprio procedimento. Para tanto, foram realizadas entrevistas com profissionais jornalista de Campo Grande (MS), em estúdio, sobre a natureza da entrevista e os desdobramentos desta com a fonte. Além disso, foram feitas cenas externas com transeuntes como possíveis fontes. A atuação de um ator também foi incluída no filme como forma de promover reflexões sobre a temática. O formato do documentário em vídeo vale-se de uma linguagem poética, com técnicas de montagem que estimulam a reflexão. Alcançou-se um entendimento crítico das convenções sobre a entrevista, ainda que este divirja do padrão encontrado nos manuais de redação. Por fim, espera-se que esse filme possa estimular reflexão sobre o modo de se fazer tanto a entrevista quanto o documentário.


Lado a Lado: Reportagem multimídia sobre a empatia no jornalismo

  • AUTOR(ES) | Silvia Helena Carvalho de Souza
  • ORIENTADOR(A) | Rose Mara Pinheiro

RESUMO | “Lado a Lado – reportagem multimídia sobre empatia no jornalismo” traz uma reflexão sobre a empatia na prática jornalística profissional, especialmente no processo de construção de uma reportagem. A partir de revisão bibliográfica e entrevistas exclusivas com jornalistas de renome no cenário nacional, o trabalho ladoaladoreportagem.com retrata em texto, áudio e vídeo as experiências da profa. Dra. Cremilda Medina, autora do livro “A Arte de Tecer Afetos – Signo da Relação 2: cotidianos” (2018), e dos jornalistas Chico Felitti, Vinicius Lima e Cláudia Gaigher. Os profissionais citados revelam como foram impactados ao contarem as histórias de seus personagens nos produtos jornalísticos “Fofão da Augusta? Quem me chama assim não me conhece” (BuzzFeed, 2017), “A Sós” (TCC PUC SP 2017) e “Íscas” (TV Morena, 2004).


Levantamento da produção audiovisual em mato grosso do sul a partir da década de 80

  • AUTOR(ES) | Raira Micheli Gonçalves Rembi
  • ORIENTADOR(A) | Hélio Godoy

RESUMO | O trabalho desenvolvido é um levantamento das produções audiovisuais realizadas em Mato Grosso do Sul a partir da década de 1980. A apuração foi feita através de buscas dos diretores que atuam no estado, de matérias em jornais, arquivo públicos como o Diário Oficial entre outros. Com a pesquisa foi possível analisar quantitativamente os dados em relação à produção por ano, número de diretores masculinos e femininos, gêneros mais produzidos e quais receberam algum tipo de incentivo fiscal. Através do levantamento foi elaborado um banco de dados com as informações sobre essas produções que não existiam antes e ao final, desenvolvido um projeto de um site online onde o levantamento será disponibilizado para todos.


Marginália: Podcast sobre o cenário do rock autoral em Campo Grande

  • AUTOR(ES) | Talita de Oliveira Barros
  • ORIENTADOR(A) | Rose Mara Pinheiro

RESUMO | O objetivo da série Marginália: podcast sobre o cenário do rock autoral em Campo Grande é mostrar, como um produto sonoro ligado ao jornalismo cultural, a carreira, o trabalho, as oportunidades, as dificuldades e a divulgação em época de mídias sociais e digitais de artistas e bandas, dos anos 2000 a 2018, na capital sul-mato-grossense. Foram selecionadas as bandas Burning Universe, Macumbapragringo, Peixes Entrópicos, Seven Four, Quarto Minguante e Mad Men Convoy, que além de serem autorais e independentes ainda lutam por espaços para tocar na cidade, uma vez que as oportunidades foram reduzidas após a promulgação da “lei dos 45 decibéis”.


Mato Grosso do Sul: A criação de um estado

  • AUTOR(ES) | Beatriz Gomes Monteiro Camargo
  • ORIENTADOR(A) | Rose Mara Pinheiro

RESUMO | O documentário Mato Grosso do Sul: a criação de um Estado pretende resgatar a história e as memórias sobre o clima e a situação vivenciada pelas pessoas em Campo Grande na época da fundação do Estado. Tendo como principal referência teórica Bill Nichols (2005), a pesquisa também buscou personagens da divisão do estado, ocorrida em 11 de outubro de 1977 pelo então presidente Ernesto Geisel, como o primeiro bebê nascido na Maternidade Cândido Mariano da capital sul-mato-grossense, o fotógrafo que registrou as comemorações pela cidade e o historiador que investigou a influência da companhia Mate Laranjeira e da ferrovia Noroeste do Brasil no processo de fundação de Mato Grosso do Sul, entre outros. Em 20 minutos, o vídeo-documentário resgata fatos marcantes na construção do Estado.


Na linha dos três – História do time de voleibol da copagaz (1984-1987) 

  • AUTOR(ES) | Carlos Yukio Kamiyama Filho
  • ORIENTADOR(A) | Hélio Godoy

RESUMO | Este documentário audiovisual narra a história do time de voleibol da Copagaz na cidade de Campo Grande – MS, durante os anos de 1984 a 1987, por meio de personagens da época, como jogadores, técnicos e participantes da Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul (FVMS), embasado em imagens, fotos de acervo e entrevistas. No período resgatado, o time alcançou em sua primeira participação nacional no ano de 1984, um resultado positivo inesperado: O título da Copa Brasil. Mas após três anos, a equipe decaiu e terminou suas atividades ao não alcançar mais conquistas expressivas. O filme de duração de 22 min é inteiramente filmado com smartphone.


O papel da TV UFMS na integração e divulgação da pesquisa, ensino e extensão

  • AUTOR(ES) | Heloísa Maria Carvalho Fontes
  • ORIENTADOR(A) | Débora Alves P. Cabrita

RESUMO | Esta pesquisa trata sobre a TV Universitária da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, a TV UFMS, o objetivo é saber se a emissora cumpre o seu papel com o tripé: ensino, pesquisa e extensão. Para realizar este estudo, foi trabalhado com uma amostra dos telejornais do mês de outubro dos anos de 2016 a 2018, além dos vídeos institucionais. Para esta pesquisa exploratória se utilizou de dois principais métodos: análise de conteúdo e entrevista semiestruturada com os responsáveis pela implantação da TV UFMS e com a atual secretária de comunicação da instituição. Os resultados obtidos com essa amostra é que a TV UFMS trabalha com o tripé, porém o tema extensão prevaleceu. Ela também foi considerada institucional em algumas situações que trataram diretamente da reitoria, além dos vídeos institucionais. Assim, a mudança que ocorreu na TV com a nova gestão foi apenas a identidade visual.


Operário Futebol Clube na Copa Brasil de 1977 sob a ótica da imprensa esportiva

  • AUTOR(ES) | Lucas Barbosa de Castro
  • ORIENTADOR(A) | Mario Luiz Fernandes

RESUMO | O presente trabalho analisou a cobertura esportiva da Copa Brasil de 1977 pelos jornais Correio do Estado e Diário da Serra, em particular a respeito da campanha do Operário Futebol Clube na competição. Foram analisadas 21 edições pós-jogo de cada periódico, entre 18 de outubro de 1977 e 2 de março de 1978, período que compreende a duração do campeonato nacional. Constatou-se, com este estudo monográfico, por meio da análise de conteúdo quantitativa e qualitativa, se os jornais realizaram uma cobertura neutra e imparcial, negativa, positiva ou apaixonada em relação à equipe campo-grandense. São analisadas a quantidade de textos jornalísticos dedicados à Copa Brasil nas 42 edições totais, o teor e o posicionamento de cada matéria presenta nestas.


Perfil do egresso do curso de Jornalismo da UFMS (2007-2010)

  • AUTOR(ES) | Gustavo Teixeira Zampieri
  • ORIENTADOR(A) | Mario Luiz Fernandes

RESUMO | A presente monografia traz o perfil do egresso do curso de Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A pesquisa exploratória abrangeu o período de 10 anos (2007 – 2017), em que 328 acadêmicos concluíram o curso. O objetivo foi traçar o perfil desses egressos, identificando suas principais características, da formação acadêmica à sua atuação no mercado de trabalho. Neste perfil, constatou-se que a maioria dos concluintes é do sexo feminino, atua na área do jornalismo, principalmente como assessores de comunicação, trabalha com carteira assinada e está empregada em empresas de grande porte.


Resistir – Série de podcasts sobre suicídio

  • AUTOR(ES) | Marcelle Marques Flôres Acosta
  • ORIENTADOR(A) | Cristina Ramos da Silva Ribeiro

RESUMO | O projeto experimental Resistir é uma série de podcasts feita com o objetivo de prevenção ao suicídio. Foram gravadas entrevistas em estúdio de rádio, editadas e colocadas na Internet. Com a intenção de garantir versatilidade na exibição do produto e que as informações possam alcançar o máximo de pessoas, ouvintes tanto na Rede Mundial de Computadores quanto no rádio podem ter acesso. Os assuntos abordados foram Sinais, prevenção e ajuda, fatores que levam ao suicídio e luto. O suicídio é a causa de morte de 11 mil pessoas no Brasil todos os anos, segundo o Ministério da Saúde (2017). A média de mortes masculinas por suicídio em Mato Grosso do Sul é maior que a média nacional: 13,3 contra 8,7. A média feminina também, com 3,7 contra 2,4. A série de podcasts Resistir contribui para informar a população sobre como reconhecer que uma pessoa pensa em suicídio, como ajudá-la, o que não fazer, quais as causas do problema e como passar pelo luto.


Um por dia

  • AUTOR(ES) | Fernanda Juliane de Almeida Sandoval
  • ORIENTADOR(A) | Edson Silva

RESUMO | Um por dia” é uma grande reportagem multimídia, voltada para a Web, sobre a rotina de personagens ligados à maconha em Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul. A reportagem objetiva relatar, partindo do ponto de vista dos personagens entrevistados, as diversas abordagens acerca do uso da substância, como o tráfico de drogas e suas consequências, o plantio para consumo próprio e o uso medicinal dos extratos da planta. Além disso, a narrativa pretende problematizar questões que permeiam o uso da droga, como o racismo inerente ao tráfico, a discussão sobre a abordagem como questão de saúde pública e a esperança e a luta de quem a usa como remédio. Em gênero narrativo-descritivo, o texto da reportagem é somado a componentes multimídia, como fotografias, áudios e infográficos para retratar o tema de forma imersiva. O trabalho está dividido em duas partes produzidas a partir de depoimentos e consultas a fontes documentais e está disponível aqui.


Ventre é vida – A dança do ventre como terapia complementar a depressão

  • AUTOR(ES) | Bárbara Rezende Rodrigues Cesaretto
  • ORIENTADOR(A) | Daniela Cristiane Ota

RESUMO | Este vídeo documentário tem como objetivo apresentar outro lado da dança do ventre, que vai além de estigmas como o da sensualidade, na qual ela torna-se aliada no tratamento de transtorno depressivo, uma das doenças mais comuns no mundo atual de acordo com a psicóloga Maria Lopes Cristina (2016). O tema será abordado por meio do relato de três bailarinas de diferentes idades e profissões que enfrentam a depressão e uma quarta que estuda a psicologia aplicada a dança. Todas essas mulheres encontraram no movimento realizado pelo ventre um modo de melhorar sua qualidade de vida.


Visibilidade posithiva: relatos de pessoas vivendo com HIV em Campo Grande – MS e Manaus – AM

  • AUTOR(ES) | Ketlen Cristian Gomes Santos
  • ORIENTADOR(A) | Cristina Ramos da Silva Ribeiro

RESUMO | Este vídeo documentário tem como objetivo apresentar outro lado da dança do ventre, que vai além de estigmas como o da sensualidade, na qual ela torna-se aliada no tratamento de transtorno depressivo, uma das doenças mais comuns no mundo atual de acordo com a psicóloga Maria Lopes Cristina (2016). O tema será abordado por meio do relato de três bailarinas de diferentes idades e profissões que enfrentam a depressão e uma quarta que estuda a psicologia aplicada a dança. Todas essas mulheres encontraram no movimento realizado pelo ventre um modo de melhorar sua qualidade de vida.


2018/1

A Cultura Dos Jogos Eletrônicos Em MS

  • AUTOR(ES) | Estevan Oelke Rodrigues e Vitor Mendes Ilis
  • ORIENTADOR(A) | Daniela Cristiane Ota

RESUMO | O objetivo deste trabalho foi apresentar um panorama dos jogos eletrônicos e seus desdobramentos como: memória, esporte eletrônico e hábitos dos jogadores de Mato Grosso do Sul. O tema trata de uma tendência mundial e contemporânea e analisa como o estado se posiciona em relação a este assunto. Desenvolvemos um produto radiofônico no formato de documentário jornalístico que traz entrevistas com fontes que são da área estudada. O produto também contém trilhas sonoras clássicas que remetem a memória do ouvinte o sentimento de nostalgia, além de músicas dos jogos eletrônicos mais recentes. A principal hipótese deste trabalho é de que o comércio de jogos eletrônicos está regredindo, mas existe muita expectativa sobre a evolução da área de esporte eletrônico.


A Selfie Do Self – Sobre A Manifestação Egoica Nas Mídias Sociais

  • AUTOR(ES) | Alexandre Kenji Fernandes Anzou
  • ORIENTADOR(A) | Marcos Paulo da Silva

RESUMO | O presente trabalho monográfico tem como objetivo compreender o fenômeno da selfie para além da atividade autorretratística individual que ocorre nas plataformas de mídia. O trabalho estrutura-se na pesquisa bibliográfica, compreendendo várias áreas do conhecimento que, como fio condutor, embasam a construção de uma hipótese: a selfie como manifestação egoica. A hipótese encontra respaldo no fenômeno contemporâneo da interação, compreendo-o como um conjunto de fatores de expressões individuais nas plataformas de mídia, nas quais o autorretrato remete a uma gama de possibilidades de exibição que permitem esboçar o indivíduo em sua rede. A pesquisa compreende também um breve estudo de terminologias na Sociologia e na Psicologia a respeito do conceito de self, o que possibilitou investigar a lógica da fotografia de “si mesmo” como construção de um projeto simbólico do indivíduo a partir da própria representação no cenário de sociabilidade.


Construção da Identidade Jornalística

  • AUTOR(ES) | Leopoldo Pedro Neto
  • ORIENTADOR(A) | Marcos Paulo da Silva

Dívida De Liberdade: Narrativa Longform Sobre Aliciamento E Tráfico De Pessoas Para O Mercado Sexual

  • AUTOR(ES) | Cinthia Migueis Arruda e Maria Eduarda Façanho Leão
  • ORIENTADOR(A) | Katarini Giroldo Miguel

RESUMO | O presente trabalho “Dívida de Liberdade: Narrativa Longform Sobre Aliciamento e Tráfico de Pessoas Para o Mercado Sexual em Mato Grosso do Sul” tem como objetivo discutir o tema do tráfico humano e seus desdobramentos com fins de exploração sexual em território sul-mato-grossense. A narrativa criada em formato longform para web tem o intuito de enfatizar uma realidade desconhecida ou omitida no estado de Mato Grosso do Sul, em especial nas cidades de Campo Grande e Corumbá, locais onde as histórias retratadas no trabalho ocorreram. O formato em grande reportagem para internet possibilita ao leitor um conhecimento em profundidade sobre o tráfico e o aliciamento de pessoas tanto pela perspectiva das personagens principais, quanto sob o ponto de vista dos agentes de direitos humanos, do Governo Estadual, da polícia e das organizações de enfrentamento ao crime na região. O site da monografia pode ser acessado aqui.


História Social da Mídia: Usos e percepções no cenário campo-grandense

  • AUTOR(ES) | Joaquim Lucas Riquelme Padilha
  • ORIENTADOR(A) | Márcia Gomes Marques

RESUMO | Esta monografia apresenta uma pesquisa exploratória sobre o tema história social da mídia, que por meio de revisão bibliográfica, entrevistas semi-estruturadas e exploratórias, pretende fornecer um panorama de como diferentes usos e percepções das mídias, sobretudo da televisão e internet, foram se consolidando e se alterando ao longo do tempo devido às rotinas trabalhistas, oferta cultural e modos de vida dos personagens entrevistados.


Jornal Laboratório Projétil: História E Discurso

  • AUTOR(ES) | Isadora Leiria Mesquita e Silva
  • ORIENTADOR(A) | Edson Silva

RESUMO | O jornal laboratório Projétil, que ocupa lugar de destaque no curso de Jornalismo da UFMS e que completou 28 de anos de história em 2018, não havia sido estudado com profundidade por acadêmicos ou qualquer outro pesquisador até a presente data . Logo, esta pesquisa torna-se um trabalho inédito, em formato final de livro reportagem, com o objetivo de ressaltar a importância do jornal laboratório para o curso, para a história do jornalismo em Mato Grosso do Sul e apresentar aos leitores o histórico e perfil do periódico, as mudanças que foram acontecendo durante os anos, e também depoimentos de acadêmicos egressos de Jornalismo, contando sobre suas experiências na produção do Projétil em seus anos de graduação.


Projeto Experimental – Documentário Vir À Luz

  • AUTOR(ES) | Henrique Alves de Castilho Drobnievski
  • ORIENTADOR(A) | Hélio Augusto Godoy de Souza

RESUMO | O projeto experimental Vir à Luz é um filme documentário que tem por objetivo apresentar o cotidiano da pessoa com deficiência visual por meio de três atividades comuns a todo ser humano, a realização de tarefas doméstica, a prática de esportes e o deslocamento urbano em Campo Grande, MS. Para realização deste projeto foi realizada a captura de áudio e vídeo do cotidiano de três pessoas com deficiência visual, Gabriel Rodrigues de 10 anos, Pedro Henrique de 23 e Benilce Lourenço de 37 anos, suas características de adaptação e readaptação em espaços comuns e no Instituto Sul Mato Grossense para Cegos Florivaldo Vargas (ISMAC). O filme documentário tem duração de 17 minutos e 48 segundos, conta com versão em audiodescrição completa e divulga experiências pessoais e de adaptação em situações do cotidiano. Este produto jornalístico tem o potencial de auxiliar outras pessoas com deficiência visual, que por diferentes razões, não tiveram acesso a informações do gênero. Além de contribuir com a luta por acessibilidade, políticas públicas e ressaltar a importância de respeitar os direitos das pessoas com deficiência visual.


Várzea C.G. – Blog sobre o futebol amador em Campo Grande

  • AUTOR(ES) | Hélio Lima da Costa Neto e Matheus Flôres Lima
  • ORIENTADOR(A) | Mario Luiz Fernandes

RESUMO | Várzea C.G. é o título do blog esportivo dedicado para a produção de conteúdo jornalístico sobre o futebol amador de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O veículo aborda a demanda do esporte na cidade com maior profundidade e aproximação dos praticantes e da comunidade. Com um propósito de mostrar os aspectos socioculturais em torno do esporte, o projeto também conta com um planejamento de modelo de negócio utilizando o financiamento coletivo com sistema de recompensa (crowdfunding) para fornecer uma arrecadação sustentável em contraposto ao modelo tradicional de comercialização das grandes mídias. O site da monografia pode ser acessado aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.